Cirurgia bariátrica e ansiedade: minha mente está pronta para a cirurgia?

Maio2

Taquicardia (batedeira), sudorese (suor excessivo), tremores, tensão muscular, cefaleia (dor de cabeça) são sintomas clássicos de ansiedade e surgem principalmente quando a pessoa está sob pressão ou muito apreensiva para com alguma coisa como, por exemplo, o fato de estar acima do peso e não conseguir emagrecer.

A ansiedade se torna um problema quando se torna um estado constante e acaba desencadeando reações involuntárias na busca de alívio dos sintomas como a compulsão por comer, o que, no caso dos obesos, acaba aumentando o problema e colocando em risco à saúde do indivíduo.  

No caso de pessoas ansiosas e com indicação à cirurgia bariátrica e metabólica é fundamental o acompanhamento por equipe multidisciplinar composta por psicólogos, psiquiatras e nutricionistas experientes e especializados e que possam atuar diretamente no tratamento e controle da ansiedade, tanto no pré como no pós-operatório.

Na prática, o paciente passará por avaliações e entrevistas que auxiliarão no diagnóstico e tratamento de eventuais problemas psíquicos, que deverão ser acompanhados por meio de consultas com o psiquiatra – que poderá ou não indicar o uso de medicamentos (antidepressivos) e sessões de psicoterapia (consultas regulares nas quais as questões psicológicas e comportamentais são tratadas mais profundamente).

Caso a ansiedade persista, a equipe multidisciplinar poderá orientar o paciente a esperar e se preparar melhor para realização do procedimento. Afinal, o mais importante é estar seguro e não ansioso para obter os melhores resultados do tratamento.